rui-luis-secretario-saude-xii-governo-acores

Segundo o Secretário Regional da Saúde, que partilha de algumas das preocupações manifestadas pelo Sindicato Independente dos Médicos, salientando que a fixação destes profissionais nos Açores não passa apenas por incentivos financeiros.

Rui Luís, que falava no final de uma reunião com aquela estrutura sindical, a primeira desde que assumiu a pasta da Saúde, adiantou que os incentivos à fixação de médicos podem passar, por exemplo, pela possibilidade de investigação e de prosseguirem a formação em mestrados, doutoramentos ou outras pós-graduações.

O Secretário Regional salientou ainda ser “necessário que a abertura de concursos para os médicos que terminam o internato seja mais célere, para que os médicos se decidam por ficar nos Açores”.

Na sequência da ronda de reuniões que está a realizar com todas as ordens profissionais e sindicatos, Rui Luís destacou a abertura ao diálogo e a procura de consensos.

Neste encontro com o Sindicato Independente dos Médicos foi também analisada a forma de funcionamento dos Núcleos de Saúde Familiar e a carência de médicos de Medicina Geral e Familiar.

DL/Gacs

Share