Joaquim-machado-PSD-Açores-deputado-educação-insucesso-escolar

O PSD/Açores pediu, ao governo regional, informações sobre um estudo que terá sido solicitado pelo executivo açoriano à Universidade dos Açores relacionado com a diminuição do número de alunos na Região e com o insucesso escolar. 

Num requerimento, assinado pelo deputados Joaquim Machado, Costa Pereira e Judite Parreira, recorda-se que “o arranque do ano letivo 2013/14 nos Açores foi atribulado, nomeadamente quanto à distribuição do serviço docente e à contratação de professores” tendo sido evidente, na altura, “a redução do número de professores contratados, sobretudo em relação ao ano letivo anterior, o qual coincidiu com a realização de eleições regionais”. 

Num primeiro momento, afirmam os deputados sociais democratas açorianos, “para justificar essa diferença de contratos o Governo Regional invocou a redução do número de alunos, tendo esta origem na diminuição da natalidade”. “Porém, quando confrontado com os indicadores da natalidade nos anos de referência para ingresso no sistema educativo, o Governo julgou oportuno avaliar as verdadeiras causas do ‘desaparecimento’ de 853 alunos, numa altura em que o alargamento da escolaridade obrigatória tornava expectável o crescimento da população escolar”. 

Os deputados do PSD/Açores recordam, ainda, que na altura, “o secretário regional da Educação dos Açores revelou “ir encomendar um estudo à Universidade dos Açores para apurar a causa do insucesso escolar e da diminuição do número de alunos no presente ano letivo no arquipélago”. 

No entanto, salientam, “e a escassas semanas de terminar o ano letivo, desconhece-se ainda as conclusões do referido estudo, apesar tais conclusões serem muito relevantes para a preparação do próximo ano escolar, nomeadamente na definição de estratégias de combate ao insucesso escolar e abandono precoce da escola”. 

No requerimento questiona-se, assim, qual a data da adjudicação à UA do estudo para apurar a causa do insucesso escolar e da diminuição do número de alunos no ano letivo 2013/14, qual o montante a pagar à Universidade dos Açores pelo estudo em apreço e qual o “responsável científico pela realização do estudo”. 

Os parlamentares sociais democratas açorianos questionam ainda o governo regional sobre a data previsível para a conclusão do estudo anunciado pelo executivo e solicitam cópias dos termos da adjudicação e do estudo, caso este já se encontre concluído.

DL/PSD-A

Share