(c) Gacs
(c) Gacs

O Presidente do Governo defendeu que os apoios à habitação atribuídos pelo Executivo implicam também uma responsabilidade para os beneficiários, uma vez que resultam da solidariedade entre todos os Açorianos que, com os seus impostos, permitem desenvolver estas políticas de apoio social. 

Vasco Cordeiro falava na cerimónia de assinatura de contratos de subarrendamento, com opção de compra, de 17 apartamentos no Empreendimento da Rotunda da Ribeira Seca, que privilegiaram famílias com menores a cargo e casais jovens, a maioria oriunda do concelho da Ribeira Grande.  

Vasco Cordeiro frisou que, no âmbito das políticas de habitação, o princípio base é que o Governo ajuda com este apoio inicial, mas necessita que, da parte dos beneficiários, seja assumida a “responsabilidade de cuidar das habitações e, dentro das possibilidades de cada um, ajudarem outros Açorianos noutras áreas, para que, como Povo, possamos andar para frente”. 

Nesse sentido, Vasco Cordeiro salientou que, desde 2010, o programa ‘Famílias com Futuro’ já apoiou mais de duas mil famílias açorianas, tanto ao nível do regime de renda apoiada, como também no âmbito do incentivo ao arrendamento. 

DL/GACS