Castanhas-Sao-Martinho

SÃO MARTINHO NOS AÇORES

1
Aqui estou eu com carinho
Com poemas para os leitores
Para trazer o São Martinho
Às nove pérolas dos açores.
2
Como não podia deixar de ser
É tempo de provar o vinho
Sempre com o maior prazer
Em honra de São Martinho.

3
Para alegria do povo
Tudo fazem com carinho
Desde Santa Maria, ao Corvo
Todos honrem o São Martinho.

4
Com festa e procissões
Que se fazem pelo caminho
Desde os copos aos garrafões
Que linda pinga de vinho.

5
Lá vai mais um copinho
Que sabor e que cor linda
Se for na adega do vizinho
É mais saboroso ainda.

6
Começa então a desgarrada
Na adega do vizinho
E a bela castanha assada
Para acompanhar o vinho.

7
Há guitarras violas e tambores
O pandeiro, o acordeão e ferrinhos
Ai que festa meus senhores
Lá vão vazando os copinhos.

8
Todos ali em união
Qualquer um é cantador
Organizem a procissão
E um santo pró andor.

9
Escolhem então o santinho
Que aceita com alegria
É sempre o mais bebedinho
Que se encontra na Freguesia.

10
Lá vai o bêbado no andor
Muito contente e bebedinho
Cantando e dando louvor
Viva viva São Martinho.

11
Percorrem toda a freguesia
Cantando a São Martinho
Sempre com muita alegria
Porque é a festa do vinho.

12
É uma tradição antiga
A procissão pelo caminho
Mais um copo e uma cantiga
Todos cantem com carinho.

13
São Martinho aí São Martinho
Canta o povo com alegria
Hoje é a prova do vinho
Em qualquer freguesia.

14
São tradições muito amadas
Com essas provas do vinho
Até se fazem touradas
Em honra de São Martinho.

15
Há quem não gosta do vinho
Essa juventude de então
Mas sempre vai um copinho
Para manter a tradição.

16
Tradição de longos anos
Guardada com maravilhas
Onde todos os Açorianos
Comemoram em suas ilhas.

17
É uma festa com graça
Que se faz a São Martinho
Porque cada ano que passa
Há sempre a prova do vinho.

18
Quadras que o povo entoa
Cantadas no mesmo tema
Por isso o Diário da Lagoa
Leva-vos este poema.

19
Sei que o leitor vai gostar
De mais essa obra linda
E quem a Rádio Lagoa escutar
Vai gostar mais ainda.

20
Toma lá mais um copinho
Mas toma sem artimanha
Em honra de São Martinho
Não te esqueças da castanha.

21
Essa tradição sem igual
Que se faz com muito carinho
Em nome do nosso jornal
Viva viva São Martinho.

Por: João Silvério Sousa
(Publicado na edição impressa de novembro de 2016).

Share