Diario-Lagoa-Opinião-Jorge-Machado1

Quando fui convidado para dar o meu contributo no “Diário da Lagoa”, foi no sentido de escrever sobre desporto. Como não é a minha “praia”, não me seduz porque entendo que me limita o pensamento, pedi que me fosse dada liberdade na participação, pelo que foi logo aceite pelo coordenador do jornal.

Como esta é a primeira participação e ainda não me sinto à vontade para me “estender”, até porque uma coisa é a minha página de facebook que, quando quero e entendo massacro-a, outra coisa é escrever para um espaço “ mais público “, mais exigente, mais abrangente e, por conseguinte, menos tolerante.

Disseram-me que poderia ser sequencial, mas penso que não irei por aí. Para ser assim escrevia um livro, livro esse que ainda “anda” no horizonte. Bem poderia já de início escrever qualquer nota sobre a Rússia e a sua “guerrinha”, que poderá vir a ser uma guerra a sério e, se ainda não o foi é porque do outro lado do atlântico estão os Estados Unidas da América que se “coloram” à Europa. Escrever sobre o misterioso desaparecimento do avião da Malásia, é estar na mesma situação. Sobre as eleições europeias que se avizinham, ainda é cedo. Mas deixo já um aviso à “navegação”: não se lembrem de mim, era o que mais faltava, para fazer parte das listas. É que não me irei lembrar dos “navegantes” a 25 de Maio. Estamos quites. Resta-me a época que vivemos, a “ Quaresma “.

Paz, reflexão, oração, são estas as “coordenadas “ que nos levarão num caminho que se quer melhor, com justiça, sem fome, com trabalho, com honestidade, com sacrifícios que nos levem a “ bom porto “.

A ilha de São Miguel é “rica” nesta época, na procura destes valores, tendo para isso os seus “mensageiros” que de noite e de dia, com chuva ou com sol, com calor ou com frio, palmilham esta ilha de Arcanjo de ponta a ponta. São os romeiros. Pessoas simples que, com pouco, (embora hoje um pouco adulterado) são capazes de a todos aqueles que os olham à passagem, deixarem a sua mensagem. Sem palavras vãs, mas com cânticos e expressões de muito significado.

E pronto. A todos desejo uma Santa e Feliz Páscoa!

J.Machado