Açores-governo-Sergio-Avila-

O Vice-Presidente do Governo dos Açores afirmou, em Angra do Heroísmo, que o Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Competir+ privilegia “a criação de emprego e a criação de riqueza”.

Sérgio Ávila, que falava terça-feira à noite, à margem do Encontro Empresarial da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, onde apresentou aos empresários locais as linhas-base do Competir+, que entra em vigor a 1 de julho, salientou que este programa se divide em sete subsistemas, capazes de apoiar as empresas açorianas “não só no investimento, mas também na sua competitividade e em todo o seu ciclo de atividade”.

Nas declarações que prestou aos jornalistas, Sérgio Ávila apontou como exemplos os apoios ao “esforço de qualificação, de inovação ou de eficiência empresarial”. 

O Vice-Presidente salientou ainda que se pretende com este sistema de incentivos “apoiar a comercialização e a capacitação das empresas para venderem os seus produtos fora da ilha onde são produzidos”, independentemente de essas vendas serem realizadas para outra ilha ou para qualquer mercado à escala global. 

Sérgio Ávila realçou também o facto de os novos apoios estarem direcionados para a criação de emprego e de riqueza, não pelo montante de investimento que uma empresa queira realizar, mas pela capacidade do projeto atingir esses objetivos, independentemente de se tratar de novos investimentos ou de consolidação de empresas já no terreno. 

Competir+, segundo o Vice-Presidente, “assenta em princípios que visam criar condições para que as empresas açorianas sejam mais competitivas, possam ter capacidade de vender no mercado global e, assim, criar maior emprego e maior riqueza”. 

Este sistema de incentivos subdivide-se em sete áreas, nomeadamente Fomento da Base Económica de Exportação, Internacionalização, Desenvolvimento Local, Empreendedorismo Qualificado e Criativo, Qualificação e Inovação, Urbanismo Sustentável Integrado e Apoio à Eficiência Empresarial. 

A par deste sistema, o Governo dos Açores disponibiliza também outros incentivos, incluindo um forte apoio ao transporte de mercadorias desde a sua ilha de origem até ao seu mercado, seja interno ou externo.

DL/Gacs

Share