Açores-noticias-Lagoa-Observatório-Vulcanologico

O Secretário Regional da Educação, Ciência e Cultura afirmou  que está “otimista” com a investigação científica que é desenvolvida nos Açores, em particular nos centros que têm a classificação de excelência.

Luiz Fagundes Duarte, falava aos jornalistas no final de uma visita de dois dias a três centros de investigação e um centro de ciência na ilha de S. Miguel.

Luiz Fagundes Duarte reconheceu que existem “algumas dificuldades, nomeadamente financeiras” em alguns desses projetos, defendendo a necessidade de “uma maior articulação” entre os projetos e respetivos centros de investigação, de modo a “rentabilizar determinados equipamentos”, obtendo desta forma ganhos que poderão ser canalizados para outros projetos.

O Secretário Regional frisou que o Governo dos Açores está e vai continuar a apoiar na medida das suas disponibilidades a produção de saber e de conhecimento que a comunidade científica, constituída sobretudo por jovens, vem desenvolvendo nos últimos anos.

Nessa medida, salientou a importância de “criar condições para que estes jovens investigadores possam dar continuidade ao seu trabalho”, possibilitando que esse trabalho reverta em “fornecimento de serviços às empresas e à sociedade”.

Luiz Fagundes Duarte anunciou ainda que, dentro de dias, na sequência da publicação da resolução do Governo, será assinado o contrato-programa de apoio à tripolaridade com a Universidade dos Açores, no valor de 350 mil euros.

DL/GaCS