açores-diario-lagoa-daniel-sá-escrita

O Secretário Regional da Educação, Ciência e Cultura nomeou, por despacho publicado em Jornal Oficial, o júri que vai avaliar as obras concorrentes ao Prémio de Humanidades “Daniel de Sá”, constituído por cinco personalidades de reconhecido mérito nas áreas a concurso.

Carlos Reis, da Universidade de Coimbra, Avelino Meneses e Rui Sousa Martins, da Universidade dos Açores, João Saramago, investigador no Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, e o escritor João de Melo constituem o júri deste prémio, cujo despacho de nomeação é datado de 30 de janeiro.

O Prémio de Humanidades “Daniel de Sá” foi instituído este ano pela Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura, através da Direção Regional da Cultura, para distinguir, a cada biénio nos anos pares, uma obra inédita escrita em português com a temática “Açores”, por autor nacional ou estrangeiro, nas categorias de Literatura, Linguística, História, Filosofia, Sociologia e Antropologia.

Este prémio, no valor de 12 mil euros, pretende “promover a criatividade nos Açores”, como frisou Luiz Fagundes Duarte, em declarações à comunicação social, aquando da apresentação dos prémios criados pelo Governo dos Açores nas áreas das Humanidades, da Pintura e da Arquitetura.

DL/GaCS

Share