Luis-Neto-Viveiros-lavoura-agricultores-terceira

Secretário Regional dos Recursos Naturais destacou os investimentos realizados pelos empresários “na modernização das explorações agrícolas, na melhoria das infraestruturas de apoio à atividade agropecuária e no investimento na reestruturação das agroindústrias”. 

Luís Neto Viveiros referiu como exemplos do empenhamento dos vários agentes no setor o “número crescente” de casas de ordenha e de parques de alimentação, a rede de caminhos rurais e agrícolas, o abastecimento de água às explorações, a rede regional de abate, mas também “um renovado parque de máquinas agrícolas, modernas indústrias agroalimentares e um franco melhoramento genético do efetivo pecuário”. 

O Secretário Regional sublinhou que os Açores possuem atualmente “uma das melhores genéticas que existe no País”, acrescentando que esse facto é comprovado “quando animais açorianos concorrendo com explorações de referência nacionais, conseguiram, em determinadas classes, os lugares cimeiros do pódio”. 

O apuramento genético tem sido acompanhado por “elevados indicadores de natureza sanitária”, salientou o Secretário Regional, acrescentando que o atual estatuto epidemiológico dos Açores “apresenta-se a um nível invejável, quer à escala nacional, quer a nível comunitário”. 

Luís Neto Viveiros abordou também a questão do programa PRORURAL+, afirmando estar “confiante” na capacidade empreendedora dos empresários regionais, até porque “as taxas de comparticipação a fundo perdido serão bastante aliciantes”. 

DL/Gacs