Açores-noticias-Neto-Viveiros-Luis-secretario-Recusros-Naturais-Laboratorio-Veterinaria

O Secretário Regional dos Recursos Naturais defendeu, esta quinta-feira, dia 22 de maio, que o território rural “deve ser um espaço de oportunidades”, frisando que, além da agricultura, ele engloba atividades como o comércio, a indústria ou a pesca. 

Segundo Luís Neto Viveiros, o território rural deve ser “um espaço de oportunidades de emprego, de educação, de formação, de apoio social, de todas as atividades básicas para a permanência dos seus habitantes”. 

O Secretário Regional dos Recursos Naturais assegurou que “o Governo dos Açores tem uma preocupação constante com todos os territórios do arquipélago, sejam eles mais ou menos ruralizados”, considerando que “faz sentido diversificar” a agricultura, muitas vezes para “atividades paralelas, com valor económico associado”. 

Luís Neto Viveiros apontou como exemplos “o turismo em espaço rural e a criação de pequenas empresas de transformação de leite ou de frutas, entre muitas outras”.  

Segundo Luís Neto Viveiros, essas organizações “trabalham diariamente com as necessidades das suas zonas, com os anseios dos seus associados, auscultam muitas dificuldades, apontam muitos caminhos e, por isso, têm que ter um papel fundamental na focalização dos investimentos que se fazem na agricultura, porque estes terão repercussões nas pequenas economias locais”. 

O governante destacou ainda a importância do novo Programa de Desenvolvimento Rural que estará em vigor até 2020, o PRORURAL+, que constitui “um exemplo de como o desenvolvimento de uma região, de um território ou de uma localidade não se faz só com políticas puramente ligadas à produção primária”.  

DL/GaCS