Foi apresentado este domingo, na Pousada de Juventude da Lagoa, o livro de poesia “Horas de Silêncio”, da autoria da jovem Lagoense Rosália Cordeiro.

Trata-se de uma publicação que demonstra e expressa emoções, ideias e pensamentos que somente através da “palavra escrita” são capazes de ser transmitidas. Estão bem patentes experiências comuns a qualquer ser humano, evidenciadas através de factos e realidades quotidianas, neste caso, vividas por uma jovem que encontrou na escrita uma forma de transmitir parte das suas vivências pessoais.

“Horas de Silêncio” é o diário de uma jovem lagoense, que teve a coragem de revelar os seus sentimentos mais íntimos, através de simples quadras nesta publicação.

Com alusões pontuais feitas ao mar, ao sonho, à natureza e ainda, nos vários pensamentos dispersos que, facilmente se traduzem em reminiscências de adolescente, a autora consegue também evocar aspetos da terra que a viu nascer, fazendo pequenas referências à sua cidade e freguesia, às suas gentes e às festividades nelas celebradas, como é o caso das marchas populares, cujo símbolo máximo se encontra na figura de Santo António.

Em declarações ao Diário da Lagoa, Rosália Cordeiro confessou que o gosto pela escrita surgiu desde pequena, sendo que ganhou essa paixão pelos escritos do próprio pai.

Este é um primeiro livro e que em breve poderá surgir uma nova publicação, dentro do mesmo género literário.

“Um início que nem esperava que pudesse acontecer, e agora torna-se numa nova orientação para a própria vida”, disse.

DL

Share