História

Back to homepage

A HISTÓRIA

 

Na era globalizada que vivemos, a internet é sem dúvida o mais poderoso veículo de comunicação, levando a notícia e a imagem, na hora, a todo mundo.

Sem um órgão de comunicação social local até o ano de 2014, o Concelho de Lagoa tinha uma falha na divulgação da atividade desenvolvida. Foi exatamente para colmatar esta grande lacuna que surgiu este projeto do jornal Diário da Lagoa.

Trata-se de um projeto ambicioso contudo possível, necessário e acarinhado junto da sociedade lagoense.

O “Diário da Lagoa” é um jornal que surgiu primeiramente com plataforma digital, e mais tarde na sua versão impressa, que pretende mostrar não só aos lagoenses, mas aos restantes açorianos, o dia-a-dia deste concelho.

O jornal “Diário da Lagoa” pretende ser uma importante ferramenta para divulgação de toda a atividade desenvolvida no concelho de Lagoa, nas suas mais variadas vertentes, divulgando primeiramente o concelho, mas não esquecendo as notícias que no âmbito de ilha e região possam interessar os seus leitores.

Trata-se de um jornal com periodicidade diária na internet, e periocidade mensal na sua versão impressa, com ligação às redes sociais, sendo estas importantes ferramentas de divulgação na internet.

A informação vinculada pelo “Diário da Lagoa” abrange as várias vertentes da informação, regendo-se pelos princípios da liberdade, do rigor e pluralismo informativo, da independência, da ética e deontologia.

O “Diário da Lagoa” tem por objetivo principal contribuir para o desenvolvimento, o mais harmonioso possível, do meio onde se encontra inserido, procurando para o efeito, intervir de forma equilibrada nas vertentes sociais, económicas e culturais.

Nas suas publicações, o Diário da Lagoa privilegia um conteúdo de carácter generalista, sem contudo, desrespeitar outras opiniões provenientes de minorias.

A difusão de material informativo obedecerá sempre ao princípio da distinção entre a notícia e a opinião, seguindo o critério do pluralismo.

O Diário da Lagoa não pratica um jornalismo tendencioso, ou de fação, mas informa e busca, com sensibilidade, trazer para as suas publicações relatos de veracidade, dando a palavra aos cidadãos do concelho.

Assim, e após 77 anos sem uma publicação escrita no concelho, acabou por surgir um novo jornal no concelho que pretende marcar pela diferença.

Recorde-se que em janeiro de 1937, era publicada a última edição do jornal “A Semana”. Em 21 de fevereiro de 2014 era legalmente constituído o Jornal “Diário da Lagoa”, curiosamente, a mesma data do aniversário do seu fundador.

Mais tarde, em outubro do mesmo ano, era lançada a versão impressa da mesma publicação.

É verdade que a noticia, nos dias de hoje, é facilmente veiculada através da internet, com uma rapidez quase que momentânea. Mas também não é menos verdade que, ainda são muitos, os que continuam a preferir uma boa leitura, através do papel.

 

O fundador e diretor,
Norberto Silveira