IMG_8434

O Vice-Presidente do Governo dos Açores afirmou que, a partir de agora, nenhum jovem “ficará mais de quatro meses sem uma resposta” no âmbito ocupacional.

Sérgio Ávila falava na apresentação do programa Garantia Açores Jovem, através do qual o Governo Regional, no prazo máximo de quatro meses, assegura aos jovens com menos de 30 anos de idade e tenham passado por uma situação de desemprego ou tenham concluído a sua formação formal, o encaminhamento para uma solução que pode passar por mais educação ou formação, por um estágio ou mesmo pelo emprego.

O Vice-Presidente frisou que este programa representa “assumir um compromisso” com os jovens, para cujo cumprimento o Governo dos Açores articulou “um conjunto vasto de medidas no âmbito do emprego jovem, da educação, da juventude e também no âmbito das políticas sociais que, integradas, compõem neste momento uma disponibilização de 15 ações concretas para todos aqueles que se inscreverem”.

Sérgio Ávila reiterou a garantia de que, após a inscrição do jovem, que pode ser feita através do endereço eletrónico www.garantiajovem.azores.gov.pt, no prazo de quatro meses haverá “uma resposta concreta e específica” através de medidas governamentais adequadas.

O overnante sublinhou que o emprego jovem constitui “uma prioridade” e um desafio que o Governo dos Açores pretende vencer, combatendo “a marginalização e exclusão de jovens desempregados ou jovens não inseridos no sistema educativo e formativo”, desígnio para cuja concretização este programa Garantia Açores Jovem constitui mais um instrumento a utilizar.

DL/GaCS