Açores-Noticias-jorna-digital-Lagoa-govenro-IPSS-apoio-Piedade-Lalanda

A Secretaria Regional da Solidariedade Social já veio dizer que é falso que o novo modelo de financiamento às IPSS e Misericórdias coloque em causa a prestação de serviços e postos de trabalhos.

Em resposta às declarações do líder do PSD/Açores, a secretaria diz que este modelo pretende salvaguardar os postos de trabalho e prevê o financiamento dos serviços prestados à comunidade, em número de vagas que o Governo contratualiza com cada uma destas entidades tendo em conta o tipo de serviço prestado aos utentes.

É igualmente falso que a Santa Casa da Misericórdia da Horta (SCMH) tenha tido uma redução de financiamento na ordem dos 500 mil euros, refere uma nota divulgada através do Gabinete de Apoio à Comunicação Social.

Refere a mesma nota que o novo modelo de financiamento garante os serviços sociais a que os cidadãos têm direito e promove maior eficiência na gestão das verbas públicas e é um modelo privilegia a prestação de serviços à população, que, aliás, é a base em que assenta o cálculo da comparticipação pública.

A implementação deste novo modelo de financiamento tem estado a ser acompanhado de forma muito próxima pelo Executivo açoriano, através do Instituto para a Segurança Social dos Açores, no sentido de equacionar da melhor forma a transição e a adaptação que a implementação deste modelo de financiamento exige, termina a nota.

DL/Gacs