SergioAvila_protocolos_Ago13@

O Governo dos Açores, tal como tinha anunciado, pagou, em conjunto com o vencimento de março, a remuneração complementar relativa a janeiro, o que não tinha sido possível na altura devida em virtude do envio para o Tribunal Constitucional do Orçamento da Região.

Segundo avança o Gabinete de Apoio à Comunicação Social, o Vice-Presidente do Governo dos Açores lembrou que “a remuneração complementar visa assegurar a estabilidade da remuneração dos funcionários públicos da região”, acrescentando que “fica assim minimizada, de forma muito substancial, a redução dos seus vencimentos decorrente da implementação do Orçamento de Estado”.

Sérgio Ávila frisou que esta reposição “assegura também o aumento do rendimento disponível das famílias nos Açores e, assim, o incremento do consumo interno e da procura interna”.

Nesse sentido, considerou que haverá, por consequência, “efeitos muito positivos” na Região, “nomeadamente na dinamização da atividade económica por via da introdução na economia dos Açores de mais 19 milhões de euros do que aquilo que haveria sem a aplicação desta remuneração”.

DL/GaCS

Share