PSP-GNR-viaturas-novas-entrega-governo

O Secretário Regional do Turismo e Transportes entregou, numa cerimónia realizada em Ponta Delgada, novas viaturas à Polícia de Segurança Pública e à Guarda Nacional Republicana, num investimento global superior a 238 mil euros. 

Vítor Fraga, que representou o Presidente do Governo nesta cerimónia, salientou que, “sem nunca esquecer que a responsabilidade de financiamento das forças de segurança é do Estado Português”, é necessário que estas forças “tenham ao seu dispor os meios disponíveis para continuar a defender os interesses das Açorianas e dos Açorianos em matéria de segurança, bem-estar e, por isso mesmo, de qualidade de vida”. 

Na cerimónia foram entregues à PSP e à GNR duas viaturas de transporte para Equipas de Intervenção Rápida (EIR), um furgão, duas viaturas de transporte de pessoal, uma Moto 4 com atrelado e ainda duas viaturas ligeiras de passageiros. 

Em dezembro, o Governo Regional já tinha cedido 14 viaturas às forças de segurança nos Açores, além de diversos equipamentos informáticos, tendo os investimentos só para a PSP, através de diversos protocolos estabelecidos entre 2012 e 2013, totalizado 987 mil euros, dos quais 550 mil através do Fundo Regional para os Transportes Terrestres. 

Na sua intervenção, salientou que este tipo de apoio “tem por base o sentido de serviço público e espírito de missão que as forças de segurança nos Açores têm revelado pôr ao serviço desta terra e do seu povo, garantindo a sua proteção, mesmo em circunstâncias menos satisfatórias, como a precaridade de meios humanos e materiais”. 

O Secretário Regional lembrou ainda a firme aposta que a Região tem vindo a realizar na área da segurança rodoviária, onde ambiciona chegar a valores de referência a nível europeu. 

O titular da pasta dos Transportes sublinhou ainda que, para melhorar a segurança, é necessário proporcionar os meios necessários “e é também por isso que o Governo dos Açores se predispôs, desde sempre, a apoiar as forças de segurança que trabalham neste arquipélago”. 

Vítor Fraga realçou, por outro lado, que a segurança ”é também uma preocupação dos turistas quando escolhem os destinos de férias”, defendendo a importância de “continuar a anunciar os Açores como destino seguro, onde é possível passar férias em família, sem correr riscos desnecessários”.

DL/GaCS

Share