Piedade-Lalanda-Luis-Cabral-Intervenção-precosse

A Secretária Regional da Solidariedade Social salientou a importância da ação social na contextualização do plano de intervenção precoce, tendo em conta o conhecimento das famílias e dos seus recursos. 

“É importante intervir cedo no sentido de estimular as capacidades das crianças desde o nascimento, uma vez que dessa intervenção depende o seu desenvolvimento enquanto jovens e futuros adultos”, afirmou Piedade Lalanda. 

“A intervenção precoce implica o recurso a técnicos especialistas que importa mobilizar para o acompanhamento sistemático e continuado das crianças”, frisou a responsável pela pasta da Solidariedade Social, afirmando que “o Executivo açoriano está empenhado em proporcionar este acompanhamento”. 

Piedade Lalanda salientou a “articulação” entre a saúde, a educação e a ação social, com vista a “garantir as melhores condições de integração das crianças identificadas com necessidades educativas especiais”. 

Nesse sentido, assegurou que “um dos eixos centrais da ação social é a promoção dos direitos das crianças”.

DL/GaCS

Share