O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia afirmou esta quinta-feira, dia 16 de março, em Lisboa, que a liderança dos Açores em projetos europeus é uma “demonstração inequívoca” da capacidade competitiva internacional da Região.

Bruno Pacheco salientou que o facto de os Açores já terem assumido a coordenação de dois projetos europeus, financiados pela Comissão Europeia, através da DG Environment, constitui “uma prova do trabalho que tem vindo a ser realizado pelo Governo Regional com vista à internacionalização das equipas científicas açorianas”.

O Diretor Regional, que falava na reunião que marcou o arranque do MISTIC’SEAS II, referiu que este projeto será “fulcral” para a segunda fase de implementação da Diretiva Quadro Estratégia Marinha, “um importante instrumento ambiental” da Política Marítima Integrada da Europa.

Segundo o executivo regional, o MISTIC’SEAS II surge na sequência do projeto MISTIC’SEAS I, também coordenado pelos Açores, que tinha como objetivo a uniformização de metodologias de avaliação das populações de aves, tartarugas marinhas e cetáceos nos arquipélagos da Macaronésia, animais de “grande importância para a conservação dos ecossistemas marinhos”.

Na sua intervenção, Bruno Pacheco frisou “a estreita cooperação institucional” no âmbito deste projeto, que integrou equipas científicas dos Açores, das Canárias e da Madeira, “reconhecidas internacionalmente”, acrescentando que a segunda fase, que agora arranca, vai implementar os programas de monitorização definidos no âmbito do MISTIC’SEAS I.

O MISTIC’SEAS II, coordenado pelo Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, em articulação com a Direção Regional dos Assuntos do Mar, terá a duração de dois anos e um financiamento de cerca de 1,4 milhões de euros.

Atualmente, o Governo dos Açores soma seis projetos europeus transnacionais na área da biodiversidade, nomeadamente o NetBiome e o MISTIC’SEAS I, ambos terminados, e o MISTIC’SEAS II, o INDICIT, o BEST III e o BIODIVERSA III, em execução, para além de outros 11 projetos a decorrer em diversas áreas com interesse para a Região.

DL/Gacs