Lagoa-Livro-gentes-memorias-concelho

O Cine Teatro Lagoense Francisco D’ Amaral Almeida recebe, esta quarta-feira, dia 24 de abril, pelas 21h00, o lançamento do livro “Gentes e Memórias do Concelho de Lagoa 1910 – 1933”, da autoria de Sandra Monteiro e que será apresentado por Susana Goulart Costa.

Trata-se de um estudo sobre o concelho de Lagoa, com base em fontes até então inéditas e aborda um período que nunca tinha sido analisado. A publicação pretende, acima de tudo, dar continuidade aos estudos iniciados por dois grandes estudiosos do concelho de Lagoa: o Padre João José Tavares e o historiador e etnólogo Dr. Francisco Carreiro da Costa.  

A edição de mais este estudo, foi uma das formas encontradas pela Câmara Municipal de Lagoa para dar a conhecer, preservar e registar as vivências de tempos findos, homenageando o património cultural e humano do povo lagoense.

 “Gentes e Memórias do Concelho de Lagoa 1910 – 1933” é o resultado da dissertação de Mestrado em Património, Museologia e Desenvolvimento de Sandra Monteiro. É uma obra de inigualável valor pelo seu ineditismo e pelo seu contributo para a história lagoense que se divide em duas partes, a primeira, destinada a analisar os contornos da população lagoense na I República e a segunda, dedicada às questões sociais e urbanísticas.

Sandra Monteiro nasceu em 1974, em Canelas, no concelho de Vila Nova de Gaia. Frequentou a Escola Secundária da sua terra natal e ingressou na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Naquela instituição, licenciou-se em História, ramo educacional, em 1997. Desde então exerceu as funções de docente no Ensino Básico e Secundário em vários estabelecimentos escolares do país. Paralelamente ao seu gosto pelo ensino, enveredou na investigação e entre 2010-2012 frequentou o Mestrado em Património, Museologia e Desenvolvimento, na Universidade dos Açores.

DL/CML