JoaoPonte-Lagoa

De acordo com as disposições legais aplicáveis, o relatório de contas referente ao ano de 2013 da empresa Portas da Lagoa – Sociedade de Desenvolvimento de Lagoa SA, foi apresentado na última reunião ordinária da Assembleia Municipal de Lagoa, o qual tinha sido aprovado em reunião de Câmara.

Para a autarquia, as contas relativas ao ano de 2013, da empresa Portas da Lagoa “espelham de forma clara e objetiva a situação económica e financeira da empresa, bem como as atividades desenvolvidas no ano transato”, pois trata-se de uma Sociedade que foi constituída com o objetivo principal de desenvolver o Tecnoparque.

Na ocasião, o presidente do município manifestou a satisfação da autarquia pela conclusão do primeiro edifício do Nonagon, Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, “onde muito em breve o primeiro edifício que constituirá o Nonagon irá receber as primeiras empresas de base tecnológica”.

O autarca relembrou ainda que, em setembro foram assinados dois contratos com vista à instalação de dois importantes empreendimentos no Tecnoparque, o Hospital Particular São Lucas com uma unidade hospitalar e uma unidade de cuidados continuados e ainda uma unidade de prestação de cuidados de saúde com recursos a métodos e técnicas próprias da medicina nuclear, da ISOPOR.

Ambos os projetos implicarão um investimento superior a 30 milhões de euros, que João Ponte espera que possam ser concretizados ainda neste mandato autárquico, inserindo-se assim na estratégia de promoção do Tecnoparque e constituindo simultaneamente um estímulo ao contínuo desenvolvimento da cidade e do concelho.

DL/CML