Luis-Cabral-Unidade-de-saude-são-miguell

O Secretário Regional da Saúde revelou hoje, que a transformação dos cinco centros de saúde anteriormente existentes na Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel “permitiu, de 2011 para 2013, um aumento de cerca de 144% a nível de consultas”. 

“É um dos aspetos que, para nós, é de realçar porque é isso, no fundo, que permite avaliar a acessibilidade e a qualidade de atendimento aos utentes”, afirmou Luís Cabral, na apresentação da Análise de Desempenho da Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel 2012-2013. 

Relativamente ao atendimento multidisciplinar e ao funcionamento das outras unidades, foi possível, segundo Luís Cabral, verificar uma maior otimização dos recursos humanos disponíveis, tendo sido diminuídas as horas extraordinárias em cerca de 40% e a contratação de serviços de externos em cerca de 20%.

O aumento significativo da atividade assistencial e a otimização dos recursos permitiu, entre 2011 e 2013, uma poupança na ordem dos 8,5 milhões de euros. 

“A Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel não só nos permitiu melhorar a nossa atividade assistencial, como também poupar dinheiro aos contribuintes açorianos e isso é a prova de que é possível, através deste modelo de Unidades de Saúde de Ilha, fazer melhores cuidados de saúde primários”, frisou o Secretário Regional. 

O ano de 2012 marcou o início da atividade da Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel, substituindo um modelo em que os cinco centros de saúde existentes nesta ilha tinham gestões independentes.

DL/GaCS