Foi aprovada, por unanimidade, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, uma proposta do Bloco de Esquerda para que seja regularizado o pagamento do Complemento Açoriano ao Abono de Família para Crianças e Jovens, cujo pagamento se encontra em atraso pelo Governo Regional, há mais de seis meses.

Zuraida Soares, deputada do BE/A denunciou que, em fevereiro deste ano, foi pago o primeiro semestre do ano passado e, portanto, o segundo semestre do ano passado encontra-se por pagar. Esta proposta tem como objetivo, segundo Zuraida Soares, que o Governo Regional “tão somente, pague uma prestação social que está em atraso”. Para além disso, a lei determina que este complemento seja pago mensalmente.

A deputada do BE/A, que apresentou a proposta, com caráter de urgência, lembrou que o complemento açoriano ao abono de família para crianças e jovens foi criado pelo Governo Regional com o objetivo de reforçar as prestações familiares no arquipélago, procurando minimizar encargos como as despesas com habitação e bens alimentares que resultam do aumento do número de filhos.

DL/BE