BombeirosPDL@RA (3)

A Câmara Municipal de Lagoa assinou hoje um protocolo financeiro com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada no valor na ordem dos 27 mil euros anuais.

Este apoio financeiro destina-se a comparticipar os custos inerentes à execução e manutenção de atividades que a corporação presta ao município de Lagoa, visto que o mesmo não possui um quartel de bombeiros.

O presidente da Câmara Municipal de Lagoa, João Ponte, salientou a importância deste protocolo para o município, afirmando ainda que não faz sentido esta localidade possuir uma corporação de bombeiros.

Em relação à possibilidade da associação passar a ser chamada de Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada e Lagoa, João Ponte afirmou que faria todo o sentido, visto que presta serviço às duas cidades, sendo, na sua opinião, um gesto simpático e de reconhecimento.

DL