Observação de chuvas de meteoros a 12 de agosto no OASA

Chuva-meteoros

A 12 agosto o Observatório Astronómico de Santana estará aberto, a partir das 21h00, para a observação da chuva de meteoros das Perseidas.

As Perseidas são das chuvas de meteoros mais populares, apesar de nem sempre serem as mais fortes, como acontecerá este ano, já que a Lua se encontrará muito brilhante, impedindo o visionamento dos meteoros mais pequenos. No entanto, durante o seu pico, poderão ser observadas cerca de 60 “estrelas cadentes” por hora. Esta “chuva de estrelas” decorre entre os dias 17 de julho e 24 de agosto, podendo ser vistos alguns meteoros durante todo este período.

As “chuvas de meteoros” não necessitam de material específico para serem observadas, podendo qualquer pessoa, com alguma paciência, observar à vista desarmada. De qualquer forma, o OASA estará de portas abertas para todos os que queiram partilhar connosco uma noite pintada com uma “chuva de estrelas”. Teremos alguns telescópios apontados para a radiante e todas as condições para que todos possam estar confortavelmente “encostados” a observar esta “chuva de estrelas”.

O pico é esperado acontecer entre as 19h UT de 12 de Agosto e as 08h UT do dia 13, sendo mais provável o máximo acontecer entre as 00h00 e as 03h00 UT de 13 de Agosto, se bem que os modelos daInternational Meteor Organization sugerem que o máximo acontecerá na segunda parte do dia 12.

As Perseidas são uma “chuva de estrelas” resultante da passagem do cometa Swift-Tuttle. São assim denominadas devido à sua radiante estar localizada na constelação de Perseus.

Não há necessidade de observação com algum instrumento astronômico. Se você se interessar em assistir esse espetáculo da natureza, fique de olhos atentos na direção que escrevi acima e prepare-se para ver cerca de 60 meteoritos. A máxima da chuva é na madrugada do dia 12 de agosto às 03:00 Horas. São de brilho intenso, com cor clara ou branca e rápidas.

Acompanhe a transmissão ao vivo a partir da meia noite do dia 12/08/2014

DL/OASA

 

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*