Presidente da Câmara de Lagoa visita obras do Hospital Internacional dos Açores

A convite da administração do Hospital Internacional dos Açores (HIA), a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, e o Vereador Nelson Santos, visitaram as obras de construção desta unidade hospitalar que estão a decorrer no Tecnoparque, na cidade de Lagoa.

Foi com agrado que a autarca lagoense constatou que as obras do Hospital Internacional dos Açores estão a decorrer a bom ritmo, onde tudo indica que o mesmo ficará pronto atempadamente, mais precisamente no primeiro trimestre de 2020.

“Congratulo todos os envolvidos nesta obra, desde a administração do HIA, aos empreiteiros, pois todos juntos, tudo faremos para cumprir com as datas e metas que nos comprometemos em assumir aquando do lançamento da primeira pedra deste hospital”, salientou Cristina Calisto aquando desta visita, relembrando que esta infraestrutura “trará prestígio ao concelho de Lagoa, sendo um projeto gerador de riqueza, que virá reforçar a dinamização empresarial, o desenvolvimento turístico e económico”.

Atualmente, os empreiteiros já se encontram a trabalhar nos blocos A, B e C, sendo que o HIA terá um total de 7 blocos, tendo nomeadamente alargado os horários de trabalho diurnos e sábados, por forma a conseguir algumas medidas de aceleramento, principalmente para ganhar tempo e prevenir dias menos frutuosos, quando as situações climatéricas não o permitem. Desse modo, também irão iniciar a utilização de uma segunda grua, que permitirá um aumento considerável na produção do trabalho, sendo que a construção deverá chegar a termo, finais de 2019.

De relembrar que, o lançamento da primeira pedra do Hospital Internacional dos Açores decorreu no dia 19 de junho de 2018, numa cerimónia que teve lugar no NONAGON – Parque de Ciência e de Tecnologia de São Miguel.

O HIA será a primeira unidade hospitalar privada do arquipélago dos Açores, situado na Lagoa e pretende reforçar a prestação de cuidados de saúde da região, com cerca de 12.500m2 divididos por 3 pisos, com 44 especialidades médicas, prevendo-se que o capital humano atinja os 350 colaboradores.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*