Câmara da Lagoa proporciona dia diferente a 300 idosos

No âmbito do Dia Internacional do Idoso, comemorado, anualmente, no dia 1 de outubro, a Câmara Municipal de Lagoa levou, esta segunda-feira, dia 8 de outubro, 300 idosos lagoenses, com idades a partir dos 60 anos, a passear até às Furnas.

Esta é uma iniciativa camarária que, a Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, tem promovido como forma de “assegurar um dia de convívio diferente aos idosos da Lagoa, contribuindo, desta feita, para o seu bem estar, para uma maior integração social de todos, numa tentativa de lhes retirar da solidão a que estão, muitas vezes, sujeitos no seu dia a dia”. Por outro lado, a autarca refere que, “este é também um dos momentos que permite a proximidade” que sempre defendeu para com aqueles que merecem a atenção governamental, sendo “esta iniciativa apenas um pequeno reconhecimento que o município da Lagoa faz como forma de agradecer o contributo que todos tiveram no desenvolvimento e progresso do concelho de Lagoa com o seu trabalho em outros tempos e que jamais poderá ser esquecido”. Aliás, nesta matéria, Cristina Calisto ainda refere que, “este tipo de iniciativas são sempre muito positivas, quer para autarcas quer para os idosos e, por este motivo, são para continuar, devendo servir de estímulo à frequência dos centros de dia e de idosos na Lagoa que, proporcionando acolhimento diariamente, é um claro trabalho de combate à solidão e de salutar convívio numa sociedade que se quer integrada e desenvolvida socialmente, ressalvando a importância de todas as gerações para o progresso da mesma, onde a mais envelhecida não deve nunca ser esquecida”.

Refira-se que, todos os participantes inscreveram-se na junta de freguesia da sua residência, sendo que 7 autocarros se reuniram e partiram da zona de expansão do Tecnoparque em direção às Furnas. Com uma primeira paragem no miradouro de Santa Iria, os idosos puderam observar a costa Norte da ilha micaelense, seguindo-se para as Furnas com paragem para almoço no restaurante Casino do Hotel Terra Nostra, ponto de referência naquela localidade. Caldo verde, cozido das Furnas e ananás, foi a gastronomia servida aos idosos, acompanhada por várias atividades, nomeadamente o visionamento de um filme sobre o cozido das Furnas e a animação musical protagonizada por alguns elementos do Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz.

Para a maioria dos idosos, este passeio significou muito, principalmente por terem a oportunidade de descobrir, pela primeira vez, o Parque Terra Nostra, onde puderam usufruir de um passeio pelo jardim daquele hotel.

Para finalizar o dia, a autarquia lagoense ofereceu também um lanche com os caraterísticos bolos levedos do vale das Furnas, sendo que o regresso foi vivido com a felicidade de um dia passado em boa companhia e num local paradisíaco.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*