Sofia Ribeiro questiona eficácia das políticas sociais

A Eurodeputada Sofia Ribeiro afirmou que as políticas sociais europeias não estão a ser implementadas de forma eficaz. A crítica foi feita no debate sobre regimes de rendimentos mínimos, na sessão plenária, em Estrasburgo.

“Na UE, cerca de 120 milhões de cidadãos europeus estão em risco de exclusão social”, começou por explicar a social-democrata, acrescentando que, “no caso dos Açores, 25% dos beneficiários em idade ativa estão dependentes de rendimentos sociais de inserção”.

Sofia Ribeiro alertou para o facto de apesar de, no último ano, já não estarmos em crise económica e social, “os números de beneficiários de rendimento social de inserção nos Açores e em Portugal têm vindo a aumentar dramaticamente”. “Alguma coisa não está a correr bem”, lamentou.

Para a Eurodeputada é necessário apostar na prevenção, “com os devidos apoios ao nível do mercado de trabalho”, e também apostar na educação e na formação adequada às exigências do mundo laboral. “É preciso que o rendimento mínimo seja essencialmente uma política de inserção e não uma política de subsidiodependência”, frisou. A proposta é utilizar equipas multidisciplinares “para que não estejamos apenas a dar um apoio à nossa sociedade, mas a garantir a progressão social”.

DL/GDPE

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*