Lagoa promoveu formação de arte bonecreira

A Câmara Municipal de Lagoa promoveu uma formação de arte bonecreira, ministrada pelo artesão lagoense, João Arruda, que decorreu no mês de julho e termina, este mês de setembro, na Casa do Romeiro, em Santa Cruz.

Esta iniciativa teve como público alvo um grupo de senhoras do Bairro de São Pedro, freguesia de nossa Senhora do Rosário, com idades compreendidas entre os 18 e os 55 anos, que aprenderam, através desta formação, a criar e a pintar os tradicionais bonecos de barro, que compõem os presépios de “lapinhas”, figurinhas em miniatura que representam a Sagrada Família.

Para a autarquia lagoense, esta formação, de 20 horas, teve como intuito não só perpetuar uma tradição antiga da Lagoa, mas também promover a inclusão social e o desenvolvimento pessoal das formandas, através de um processo de aprendizagem, que, no futuro, possa constituir uma fonte de rendimento ou complemento financeiro para a economia familiar.

Segundo o formador, João Arruda, este momento de aprendizagem proporcionou o convívio e a distração, de forma lúdica e cultural, entre as senhoras, mas, sobretudo, revelou ser uma terapia ocupacional.

Atualmente, na Lagoa, existem alguns artesões locais que continuam a perpetuar esta arte manual e popular, sendo que a autarquia pretende dar continuidade à mesma, mantendo viva uma das mais bonitas demonstrações da religião, cultura e história da comunidade lagoense.

DL/CML

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*