Centro de Terapia Familiar e Intervenção Sistémica comemora 20 anos desde a sua fundação

O Centro de Terapia Familiar e Intervenção Sistémica (CTFIS), associação sem fins lucrativos, localizada em Ponta Delgada, encontra-se em comemorações dos 20 anos, desde a sua fundação.

Deste modo, será levado a cabo uma sessão pública durante a manhã da próxima terça-feira, dia 18 de setembro, no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo de Ponta Delgada, onde se pretende em comunidade festejar e apresentar o trabalho desenvolvido em matéria de acompanhamento e intervenção sistémico-familiar nos Açores.

O encontro terá o seu início pelas 9:30, com a Mesa de Abertura, contemplando, seguidamente, a participação da Professora Doutora Piedade Lalanda, com a palestra intitulada “Solidariedade, Cidadania e Sustentabilidade”.

Refira-se que esta Instituição de Solidariedade Social tem como missão promover o desenvolvimento integral de cada pessoa, família, grupo ou organização, oferecendo um serviço de qualidade e contribuindo para gerar mudanças que proporcionem um maior nível de bem-estar. Trabalha com famílias, casais, indivíduos e outras organizações humanas com vista à melhoria das relações interpessoais e da qualidade de vida dos envolvidos, o seu crescimento e desenvolvimento psicossocial, assim como para potenciar o seu papel enquanto agentes de mudança.

Situado na ilha de São Miguel, actualmente, o CTFIS é uma organização com intervenção partilhada em toda a Região Autónoma dos Açores, sob a tutela e financiamento em protocolo de cooperação pela Secretaria Regional da Solidariedade Social.

A intervenção ao nível da terapia familiar e intervenção sistémica tem sido assegurada por um corpo técnico especializado, organizado em equipas multidisciplinares (áreas da Psicologia, Serviço Social, Sociologia, Educação Social e Ciências da Educação) que atua em rede com outras instituições de cariz social, entidades governamentais, públicas e privadas, em contextos sócio comunitários, clínicos e/ou educativos.

DL/CTFIS

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*