PSD/Açores quer saber o que está a faltar para que entre em vigor regulamento do SIV na Região

Os deputados do PSD/Açores no parlamento açoriano querem saber por que motivo o regulamento de funcionamento do Serviço de Suporte Imediato de Vida (SIV) na Região, anunciado pelo Governo açoriano há um ano e quatro meses, em cima de uma recomendação do PSD/Açores, ainda não está em vigor.

Segundo Carlos Ferreira, deputado do PSD/Açores, “após o decurso de todo este tempo, mostra-se necessário e urgente conhecer em concreto o que já foi feito e o que falta fazer para o cumprimento deste anúncio”, razão pela qual, justifica, os social-democratas enviaram um requerimento ao executivo.

Em janeiro do ano passado, o grupo parlamentar do PSD/Açores recomendou ao Governo, através de um projeto de resolução, a adoção de medidas para garantir a regularidade e estabilidade no funcionamento do SIV e a avaliação da vantagem de se promover um modelo uniformizador do funcionamento do SIV.

Em audição na Comissão de Assuntos Sociais, no âmbito desta iniciativa social-democrata, a 1 de março de 2017, o secretário regional da Saúde garantiu que o Governo açoriano e o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores iriam elaborar um regulamento para o funcionamento do SIV nos Açores.

No debate em plenário que antecedeu a votação da iniciativa dos deputados do PSD/Açores, a 17 de maio de 2017, aprovada por unanimidade, Rui Luís reafirmou que o executivo regional já tinha uma proposta de regulamentação a que se seguia a negociação com as associações de bombeiros dos Açores.

DL/PSD

Categorias: Política, Saude

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*