Festas do Divino promovem cultura açoriana nos Estados Unidos da América

O Diretor Regional das Comunidades afirmou, em Swansea, nos Estados Unidos da América, que as Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra constituem “uma das mais expressivas manifestações do Povo Açoriano” na costa leste dos EUA.

Paulo Teves, que falava no jantar de encerramento das Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra, que decorreram durante o fim de semana na cidade de Fall River, sublinhou que estas festividades “congregam a vontade de promover a cultura açoriana e são um espaço privilegiado de encontro e de reencontro de familiares e amigos”, além de contribuírem para a “afirmação da Açorianidade” e divulgarem a Região “junto daqueles que, não nascendo nos Açores, participam nesta impressiva manifestação”.

Para o Diretor Regional, as “celebrações ao Divino Espírito Santo, tanto nos Estados Unidos da América, como noutros locais onde se vive esta manifestação, acrescentam valor à diversidade cultural das sociedades que acolhem o Povo Açoriano e que têm merecido o seu reconhecimento”.

Por outro lado, o Diretor Regional considerou que também contribui para o “aumento do orgulho de pertença das ilhas e para a permanente ligação afetiva com a Região,” salientando o facto de se assistir a um aumento considerável da procura dos Açores pelos norte-americanos, “o que se deve também à forma como cada Açoriano divulga, com orgulho, a sua freguesia, o seu concelho, a sua ilha, a nossa região na comunidade onde se encontra radicada”.

No âmbito das diversas atividades das Grandes Festas do Divino Espírito Santo da Nova Inglaterra, fundadas em 1986 e promovidas por uma comissão organizadora, este ano presidida por João Medeiros, o Diretor Regional das Comunidades participou ainda na Missa Solene de Coroação e incorporou a Procissão de Coroação, o Cortejo do Bodo do Leite e o Desfile Etnográfico, além de ter estado presente na cerimónia de entrada das insígnias, bênção e distribuição de pensões.

DL/Gacs/ fotos (c) RobertoMedeiros

Categorias: Comunidades

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*