Festival da Povoação traz Ludmilla aos Açores

De 16 a 18 de agosto que se realiza mais um Festival da Povoação by Nissan, no local onde desembarcaram os primeiros povoadores.

Na edição de 2018, o fado, de Mário Fernandes, volta a marcar a abertura do primeiro dia, para abranger o público mais maduro e também muitos dos emigrantes que se encontram de férias, nesta altura, no concelho. No entanto, este momento será apenas o pontapé de arranque para 3 dias de muita música, praia e diversão que vão contemplar, entre outros, os sons eletrónicos, o funk, o hip-hop e o soul.

O Festival da Povoação “bom c’mó milho”, organizado pela Associação de Juventude do Concelho da Povoação, volta, assim, a trazer ao palco artistas internacionais, nacionais e regionais com o grande destaque para a braliseira Ludmilla, que estará, pela primeira vez, nos Açores. A cantora dos grandes êxitos “ Cheguei” e “Din, Din, Din”, música que já é considerada o hino dos solteiros, promete um concerto bombástico na Povoação como está acostumada a fazer nos grandes palcos por todo o Brasil. Ela que Chegou “bagunçando a zorra toda e que se dane” o que ela quer “mais é que se exploda” vai deixar extasiado o público micaelense. A cantora do hit “Cheguei” estará, assim, no palco do Festival da Povoação para cantar e deixar ao rubro os festivaleiros amantes da jovem rainha do Funk brasileiro com as várias músicas do álbum “A Danada Sou Eu”, lançado em 2016, contabilizando já mais de 143 milhões de visualizações no Youtube.

Mas para além deste grande prodígio do Funk brasileiro, o palco Nissan conta também com HMB e MATAY, dois nomes da música portuguesa que têm tido grande sucesso com os trabalhos que apresentaram ao público.

Os HMB estão juntos deste 2007 com três álbuns lançados entre 2012 e 2017. Em 2016, ao Soul, RnB, jazz, funk e hip hop juntou-se o fado com o improvável dueto com Carminho onde nasceu “O amor é assim” que venceu um Globo de Ouro para melhor canção. Em 2018 voltam a ganhar um Globo de Ouro mas desta feita para “MELHOR GRUPO”.

Ruben Matay, que estará também na Povoação, pela primeira vez, a voz de êxitos como “O que tu dás” e “Dizer que não”, trabalha como animador social com jovens do Bairro da Boavista e tem feito um percurso de sucesso na música. Além do gospel, Matay está integrado em vários projetos musicais.

João Moniz e the Daydreamers, Romeu Bairos e Blif à Regional e ainda Unknown Band serão os artistas regionais a abrir as noites de festa que prometem trazer à Povoação muitos festivaleiros dos 4 cantos da ilha.

No panorama dos Dj’s o destaque vai o jovem australiano Will Sparks mas também marcarão presença, em palco, Matisse Sadko, Nokin e os locais Diogo Amaral e Dirty Drum Beats.

Aos 24 anos de idade, nascido em Melbourne, Will Sparks, conquistou o título de melhor e mais bem-sucedido DJ electrónico fora da Austrália nesta década. Na sua curta carreira, Will Sparks ganhou o título de ‘Best Breakthrough Artist’, DJ #1 da Austrália, um dos 10 talentos mais empolgantes da Billboard Magazine e é o #73 na DJ Mag.

Aleksandr e Yury são os Matisse Sadko e constituem a melhor dupla de DJ’s russa. Com parcerias com artistas como Steve Angello (“SLVR“), em 2013, ARTY (“Trio“ e “Riot“) eMartin Garrix (“Break Through The Silence”, “Dragon” e “Together”), lançaram inúmeros singles. “Break Through The Silence” teve uma procura de 42,3 milhões de pessoas. A dupla está presente todos os principais festivais do mundo, comoTomorrowland e Ultra Music Festival e eventos mais locais como Omnia Las Vegas, Ushuaia Ibiza, Octagon Seoul e Zouk Singapore.

Nokin é considerado uma verdadeira enciclopédia de música e misturas a velocidades inimagináveis, a versatilidade, perícia e festa, são as constantes que Nokin traz a qualquer pista de dança. Focado em ser um “Party DJ” não são encontrados limites na sua seleção musical. Embora seja um apaixonado pelo Hip-hop e R&B, Nokin prefere sempre ler o público à sua frente e usar o seu talento e experiência para improvisar em cada noite as mais loucas viagens sonoras, contando histórias em forma de música.

Recorde-se que nesta edição voltam a ser retomadas as actividades desportivas com Futebol 7 e Voleibol, já nos dias 13 e 14 de agosto, respetivamente.

No que ao campismo diz respeito, este ano vão estar disponíveis 2 zonas, devidamente identificadas, com todas as condições exigidas para o melhor conforto dos campistas, oferecendo, a organização, para além do habitual, também pontos para carregamento de telemóveis.

Saliente-se ainda que, segundo a Associação de Juventude do Concelho da Povoação, o Festival da Povoação, em 2015, foi referenciado como o melhor festival cotado no panorama dos Festivais de Verão dos Açores e um dos melhores de média dimensão em Portugal.

DL/CMP

Categorias: Eventos, Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*