Bispo da diocese de Hamilton preside às festas em honra de Nossa Senhora dos Anjos, em Água de Pau

Entre 6 e 17 de agosto decorrem, em Água de Pau, decorem as festas em honra de Nossa Senhora dos Anjos, com uma celebração eucarística presidida pelo pároco e também ouvidor da Lagoa, Pe. João Furtado.

A festa será presidida por D. Wieslaw M. Spiewak, Bispo da Diocese de Hamilton, Bermudas, integra várias iniciativas. Esta quarta-feira, às 20h00, começa o tríduo de preparação para a festa e no dia 10 de agosto realiza-se a inauguração da iluminação com a participação da Banda Filarmónica Fraternidade Rural, – Água de Pau e a Banda Sociedade Recreativa Nossa Senhoras das Victórias, de Santa Bárbara, da Ribeira Grande.

No dia 14, véspera da Solenidade de Nossa Senhora e dia principal das festas, a Eucaristia será às 20h00 com a participação do Coral de Nossa Senhora do Monte, seguido da bênção e partilha do Pão de Nossa Senhora dos Anjos.

No dia 15 de agosto a festa começa às 7h00, com a Celebração da Eucaristia, seguida da alvorada no Monte Santo com a participação da Banda “Fraternidade Rural” em honra de Nossa Senhora dos Anjos. Às 10h00 haverá a celebração da eucaristia, com a participação das crianças da Catequese, jovens e Coral Shalom e às 12h30, Missa solene em honra de Nossa Senhora dos Anjos, presidida pelo Senhor Dom Wieslaw M. Spiewak, Bispo da Diocese de Hamilton, Bermudas e participação do Coral de Nossa Senhora dos Anjos. Às 17h30 realiza-se a Procissão em honra de Nossa Senhora dos Anjos, com a participação de dez Bandas Filarmónicas é às 21h00 far-se-á a consagração a Nossa Senhora dos Anjos, no momento da recolha da imagem.

O encerramento das festas acontece à meia noite do dia 17 com o Adeus à Imagem de Nossa Senhora dos Anjos, presidida por D. Wieslaw M. Spiewak, com a participação da nossa Banda Filarmónica, Grupos Corais Movimentos da Igreja, Jovens e todo o Povo da Vila de Água de Pau.

A Festa em honra da Senhora dos Anjos é uma festa de verão que reúne milhares de pessoas nesta freguesia piscatória, da costa sul de São Miguel, fortemente marcada pela emigração.

Nesta altura do ano, a vila enche-se de colorido para honrar a sua padroeira. Durante a procissão solene a imagem da Senhora dos Anjos, juntamente com mais 13 andores enfeitados pelas famílias da comunidade, percorre as principais ruas da freguesia e vai recebendo ofertas em dinheiro, atirado em argolas, decoradas com flores, que são enfiadas no braço da imagem que está erguido na vertical.

Além deste gesto, é também prática comum enfeitarem-se as janelas e as ruas com flores naturais.

DL/IA

Categorias: Local, Religião

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*