Metade dos lucros da safra de atum não fica com os pescadores açorianos

Jaime Vieira, deputado do PSD/Açores, denuncia as omissões do que diz ser a “propaganda socialista” sobre a boa safra de atum este ano na Região e esclarece que quase metade das receitas da safra no mar dos Açores não está a beneficiar os pescadores açorianos, mas sim os empresários e pescadores madeirenses.

Numa nota enviada às redações, o social-democrata clarifica que das 600 embarcações do universo regional, apenas 25 estão no segmento do atum. Destes 25 atuneiros, quase metade são de empresários e de tripulantes madeirenses, o que significa que quase metade dos lucros não se reflete no rendimento dos pescadores dos Açores.

O deputado do PSD/Açores considera que “a bem da transparência, do rigor e da verdade para com os açorianos, o PS não deveria esconder a realidade das pequenas embarcações licenciadas para a pesca de atum que estão indignadas porque não estão a tirar proveito desta maior quantidade de atum no nosso mar”.

Jaime Vieira classifica como “insultuosas” as afirmações do PS de que a boa safra garante melhores rendimentos aos pescadores açorianos, uma vez que apenas quase 10% dos pescadores da frota atuneira serão beneficiados e tendo em conta que os restantes 90% dos pescadores não aumentam o seu rendimento.

DL/PSD

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*