Deteção precoce dos problemas ligados ao álcool deve ultrapassar o estigma

O Secretário Regional da Saúde alertou para a importância da deteção precoce dos problemas ligados ao alcoolismo, que leve ao tratamento e a uma reabilitação bem-sucedida.

“Estamos a trabalhar em duas vertentes, na promoção da necessidade de tratamentos, porque sabemos que existe ainda o estigma, e, por outro lado, na formação”, salientou Rui Luís, no final de uma visita às unidades de Alcoologia da Casa de Saúde do Espírito Santo e da Casa de Saúde de São Rafael.

O Governo dos Açores lançou no ano passado um Plano de Ação para a Redução dos Problemas Ligados ao Álcool, que tem por objetivos gerais a redução da procura e da oferta de bebidas alcoólicas.

O Secretário Regional sublinhou que “este plano é bastante abrangente e parte da prevenção à reabilitação, passando pela minimização e redução de riscos, pela dissuasão, mas também pelo tratamento e depois pela reabilitação”.

Rui Luís referiu que a formação nesta área chegou a 200 profissionais de saúde, para que seja facilitada a deteção precoce de problemas de alcoolismo, e que está a ser criada uma rede de referenciação com os centros de saúde.

DL/Gacs

Categorias: Saude

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*