Serrão Santos afirma que corte no POSEI contraria posição de Juncker

O eurodeputado Ricardo Serrão Santos está apreensivo com “o posicionamento da Comissão Europeia quanto ao POSEI”, ainda mais, porque foi “o próprio Presidente da Comissão que se comprometeu a não reduzir o orçamento desta política”.

Phill Hogan, Comissário Europeu da Agricultura, que apresentou as perspetivas para a PAC 2021-2027, na reunião da Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu que se realizou em Estrasburgo, esta segunda-feira, afirmou em resposta aos deputados que “em relação às preocupações manifestadas sobre o corte do POSEI em 3,9% eu não estava a par do facto de que o Sr. Juncker se pronunciou sobre o assunto no passado e levaremos à sua consideração este aspeto, que analisaremos também com o Comissário do Orçamento”.

Na sua intervenção o deputado europeu relembrou ainda, referindo-se ao relatório de avaliação do POSEI enviado este ano pela Comissão ao Parlamento e ao Conselho Europeu que “quando esta política é avaliada positivamente pela Comissão para fazer face aos desafios específicos, tais como a manutenção da própria produção agrícola nestas regiões que dependem fortemente desta atividade” isto deve ser tido em conta. Assim, disse, “esta política deve ser preservada bem como os graus de liberdade na adaptação às realidades regionais”.

Serrão Santos chamou ainda a atenção para os potenciais efeitos dos anunciados cortes no Desenvolvimento Rural porque “se traduzem num impacto muito diferenciado para os agricultores país a país, o que merece ser levado em linha de conta”.

DL/GDPE

Categorias: Política

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*