ProSucesso – Açores pela Educação vai ter comissão de avaliação

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou que vai ser criada uma comissão de avaliação do ProSucesso-Açores pela Educação, programa de promoção do sucesso escolar.

Avelino Meneses salientou que “esta comissão é um dos pilares que ainda falta ao ProSucesso”, que assenta noutros dois pilares, nomeadamente o Conselho Científico, constituído em 2015 e que reuniu hoje em S. Miguel, e a Comissão Coordenadora, formalmente constituída em 2017 apesar de já vir a trabalhar há algum tempo.

O titular da pasta da Educação referiu que a comissão a criar num “curto, médio prazo” destina-se “fundamentalmente a fazer uma avaliação externa independente” da aplicação do ProSucesso, que entrou no seu terceiro ano de implementação.

Avelino Meneses frisou que, não sendo “altura de fazer um balanço definitivo”, já que o ProSucesso está delineado para um prazo de 10 anos, constata-se que, à medida que o tempo passa, “vão sendo cada vez mais os indicadores sobre a execução do programa”.

Para o Secretário Regional da Educação e Cultura, alguns desses indicadores “trazem alguma esperança”, nomeadamente ao nível das taxas de transição e de conclusão dos ensinos básico e secundário, cujas metas definidas para 2020-2021 já foram atingidas, com quatro anos de antecipação.

Avelino Meneses assinalou ainda que, no âmbito do ProSucesso, na avaliação interna regista-se uma redução da percentagem de retenções e, na avaliação externa, verificam-se “melhorias ligeiras” que permitem “alguma aproximação” às médias nacionais.

Para o Secretário Regional, é da conjugação dos “progressos” da avaliação interna e da avaliação externa que irão “brotar” os percursos académicos de sucesso.

A decisão do Governo dos Açores de criar e implementar o ProSucesso a partir do ano letivo 2015/2016 prende-se com o facto de, “apesar do forte investimento” na área da educação que tem sido registado na Região nas últimas décadas, os níveis de retenção de insucesso e de abandono escolar precoce mantêm-se elevados.

Este Plano, para além de incluir medidas já em execução e que têm demonstrado resultados promissores, deve definir áreas e estratégias de intervenção prioritária que permitam não só o cumprimento das metas definidas para a educação e formação no âmbito do Programa Operacional Açores 2020, mas também a promoção eficaz, porque verdadeiramente estrutural, do sucesso escolar.

DL/Gacs

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*