Gonçalo Rodrigues esteve perto de conseguir o título mundial de jetsky

Nos passados dias 1, 2 e 3 de junho realizou-se em Itália, Olbia, o campeonato do mundo de jetski na qual mais uma vez esteve presente o atleta do Clube Náutico de Lagoa, Gonçalo Rodrigues.

Segundo conta na sua página da rede social do facebook, “foram três dias de pura adrelalina e com muito azar também. As expetativas eram muito altas com bons adversário”.

Segundo Gonçalo Rodrigues, nos treinos livres, adianta que teve muito cuidado em conhecer a pista e tentar perceber qual os sítios onde podia ganhar mais tempo do que os restantes pilotos fazendo mesmo o melhor tempo da classe ski GP3.

Quanto à pole position, também não podia ter corrido melhor fazendo o melhor tempo e permitindo assim que partisse em 1º lugar da grelha de partida na primeira manga.

Gonçalo Rodrigues refere que a primeira manga começou da melhor forma, tendo conseguido fazer o holeshot e liderar a corrida do inicio ao fim acabando mesmo com uma diferença de 23.09 segundos para o segundo classificado.

Na segunda manga , começou o azar, tendo ficado logo no arranque. O procedimento de partida foi mudado e a organização não explicou bem a todos os pilotos como devia ser feita a partida, acabando por sofrer um acidente com outros três pilotos . “Apesar desse azar a situação piorou porque o meu corta correntes (chave do jetski) desapareceu perdendo assim a possibilidade de subir alguns lugares. Só me restava dar o meu máximo na terceira manga pois não tinha nada a perder apesar de arrancar em último na grelha . E assim o fiz , dei o meu máximo comecei em 14 lugar e terminei a corrida em 4º lugar depois de ter estado em 3º e quase ter passado para 2º lugar, mas como era tudo ou nada, arrisquei de mais e passei outra vez para 4º lugar”, explica.

Gonçalo Rodrigues diz que saiu de Itália com a sensação de que o título mundial fugiu-lhe da mão uma vez que, olhando para os resultados, as conclusões eram muito positivas.

O piloto açoriano refere que apesar do sucedido, continua a trabalhar para ser o melhor nesta modalidade e poder representar os Açores, Portugal e os seus patrocinadores ao mais alto nível.

DL/GRJetsky

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*