Estudantes lagoenses participam no XV Congresso Internacional das Cidades Educadoras

Dois alunos da Escola Secundária de Lagoa, Catarina Perry e Marco Soares, da turma do 11º A do curso Científico Humanístico de Ciências e Tecnologias, irão participar  no XV Congresso Internacional das Cidades Educadoras, que irá decorrer no Centro de Congressos do Estoril, de 13 a 16 de novembro.

A participação surge na sequência de um  desafio da Câmara Municipal de Lagoa, lançado à Escola Secundária, a apresentar a sua candidatura para a participação neste congresso.

O congresso permitirá partilhar um momento de reflexão sobre as práticas locais de cada cidade educadora, a partir do tema: Cidade Pertença das Pessoas, onde serão abordados diversos eixos, nomeadamente: Conceber a cidade a partir de necessidades e aspirações humanas; A convivência para o sentimento e pertença à cidade e A cidade para as pessoas e os seus potenciais pessoais.

Sendo Cascais a Capital Europeia da Juventude 2018, esta autarquia decidiu dar voz aos jovens no congresso, onde poderão refletir sobre o tema “Cidade Pertença das Pessoas” com enfoque na “Cidade Pertença dos Jovens”, em oficinas destinadas unicamente para este público e realizadas em inglês.

Desse modo, os dois estudantes lagoenses terão oportunidade de fazer visitas de estudo, conhecer alguns projetos da cidade de Cascais sobre os temas que irão trabalhar no congresso, bem como, participar nas conferências e em diferentes mesas temáticas. No final do congresso, os jovens irão apresentar, em Plenário, para toda a audiência do XV Congresso, os resultados do trabalho desenvolvido no âmbito das oficinas.

De relembrar que, a Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), foi um movimento criado em novembro de 1990, com o propósito de estreitar as relações entre os governos locais para a promoção do valor educativo do espaço urbano, fomentando políticas e intervenções públicas transformadoras das cidades em espaços propícios para o desenvolvimento humano e cidadão, em conformidade com os “Princípios da carta das Cidades Educadoras”.

Atualmente a AICE conta com 476 cidades associadas, em 37 países. Em Portugal pertencem a esta associação 70 cidades, que se constituíram em 2005, na Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras.

Uma nota de imprensa enviada às redações dá conta que, para a autarquia lagoense, Cidade Educadora desde 2015, o envolvimento da comunidade nas decisões políticas e sociais, é fundamental, porque a participação nas diversas atividades em prol de uma Cidade Educadora confere saberes imprescindíveis para o exercício de uma cidadania ativa, reforçando assim a vivência democrática no concelho.

DL/CML

Categorias: Educação, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*