Avelino Meneses defende estudo da história das ilhas dos Açores

O Secretário Regional da Educação e Cultura defendeu que, após a “concentração da pesquisa” histórica em redor da Terceira e de São Miguel, importa agora o estudo de outras ilhas com desempenhos “também muito relevantes”.

Segundo Avelino Meneses “o entendimento do conjunto obriga à averiguação das partes sob pena da exclusão de ilações importantes, mesmo essenciais”.

Os Açores, para o governante, “evidenciam algumas caraterísticas comuns” que conferem “um traço de unidade” e que são, ao mesmo tempo, “o império da diversidade se consideradas as assimetrias da Natureza e as incidências da História”.

O Secretário Regional, enumerando genericamente o desempenho histórico de ilhas como Santa Maria, Flores, Corvo, Pico e Graciosa, apontou, dadas as particularidades de cada ilha ou zona, os fundos do mar no Grupo Ocidental como o “santuário” da arqueologia naval internacional.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*