Nova ‘Linha Capitalizar Mais’ de 79 ME garante melhores possibilidades de financiamento às empresas dos Açores

O Vice-Presidente do Governo destacou a importância da nova linha de crédito com garantia mútua, denominada ‘Capitalizar Mais’, que vai disponibilizar às empresas açorianas 79 milhões de euros de financiamento em condições mais favoráveis.

“Face a um novo ciclo de desenvolvimento, com a evolução positiva dos indicadores em todos os setores de atividade económica, importa também criar medidas de apoio à capitalização das empresas”, afirmou Sérgio Ávila, destacando o acordo de financiamento com a Instituição Financeira de Desenvolvimento – IFD, mais conhecida como Banco de Fomento, que permite criar novos instrumentos de apoio de financiamento.

O titular da pasta da Competitividade, que falava na sessão de divulgação da nova linha, salientou que está prevista a criação de novas linhas de Crédito para Investimentos com Garantia Mútua, de Financiamento a Fundos de Capital de Risco, de Financiamento a Operações de Capital Reversível e uma Linha de Financiamento, a Business Angels.

A ‘Linha Capitalizar Mais’, que já está acessível às empresas através dos bancos aderentes, apoia o financiamento em novos investimentos em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos, bem como para aumento do fundo de maneio associado a um efetivo incremento da atividade.

Esta medida contempla também a realização de despesas não elegíveis referentes a candidaturas aprovadas no âmbito do Competir+, incluindo fundo de maneio.

O novo instrumento de financiamento prevê ainda o apoio à aquisição de imóveis e terrenos afetos à atividade empresarial, cujo montante máximo não pode exceder 50 por cento e 10 por cento, respetivamente, do montante total de financiamento.

A ‘Linha Capitalizar Mais’, para além de alargar substancialmente as possibilidades de aprovação de crédito para comparticipar os investimentos e garantir liquidez às empresas, prevê um máximo de 12 anos como prazo das operações de crédito.

O titular da pasta da Competitividade, que falava quinta-feira, em Ponta Delgada, na sessão de divulgação da nova linha, salientou que está prevista a criação de novas linhas de Crédito para Investimentos com Garantia Mútua, de Financiamento a Fundos de Capital de Risco, de Financiamento a Operações de Capital Reversível e uma Linha de Financiamento, a Business Angels.

A ‘Linha Capitalizar Mais’, que já está acessível às empresas através dos bancos aderentes, apoia o financiamento em novos investimentos em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos, bem como para aumento do fundo de maneio associado a um efetivo incremento da atividade.

Esta medida contempla também a realização de despesas não elegíveis referentes a candidaturas aprovadas no âmbito do Competir+, incluindo fundo de maneio.

O novo instrumento de financiamento prevê ainda o apoio à aquisição de imóveis e terrenos afetos à atividade empresarial, cujo montante máximo não pode exceder 50 por cento e 10 por cento, respetivamente, do montante total de financiamento.

A ‘Linha Capitalizar Mais’, para além de alargar substancialmente as possibilidades de aprovação de crédito para comparticipar os investimentos e garantir liquidez às empresas, prevê um máximo de 12 anos como prazo das operações de crédito.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*