Rui Bettencourt desafia jovens das Regiões Ultraperiféricas a unirem-se na construção do futuro da Europa

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas desafiou, em Ponta Delgada, os jovens das Regiões Ultraperiféricas a unirem-se na construção do futuro da Europa.

“Espero que a Martinica, os Açores e também as outras Regiões Ultraperiféricas se unam, sobretudo através da sua juventude”, afirmou Rui Bettencourt, sublinhando que “é esta juventude que vai moldar a Europa no século XXI” e que tem “imensos desafios pela frente”.

Rui Bettencourt falava a um grupo de alunos do Lycée General et Technologique Frantz Fannon, da Martinica, que se encontra de visita à ilha de São Miguel no âmbito de um intercâmbio com alunos das escolas da Lagoa, Ribeira Grande e Nordeste.

O Secretário Regional considerou que é “uma grande sorte” o facto de os Açores e a Martinica serem duas das regiões mais jovens da Europa, dada a sua elevada percentagem de juventude, o que representa “um potencial de futuro muito grande”.

Para o titular da pasta das Relações Externas, esta visita é “muito interessante”, atendendo a que “abre oportunidades de ligação” entre as duas regiões também pela sua juventude.

Rui Bettencourt abordou ainda as particularidades das nove ilhas dos Açores e as suas caraterísticas enquanto Região Ultraperiférica, salientando as “fortes ligações” que os Açores mantêm com as outras oito Regiões Ultraperiféricas, como é o caso da Martinica, que também têm os mesmos problemas na sua vida quotidiana e no âmbito da Europa, onde é necessário “marcar pontos” no quadro de regiões que constituem a Europa.

DL/Gacs

Categorias: Comunidades, Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*