Rui Luís admite aplicar nos Açores projeto pioneiro de exercício físico para mulheres com cancro da mama

O Secretário Regional da Saúde destacou hoje, em Ponta Delgada, a importância da atividade física na recuperação de doentes oncológicas mastectomizadas, salientando que permite uma nova dinâmica de vida e maior bem-estar.

“Está demonstrado que o exercício físico é importante para o acompanhamento do estado de saúde dessas mulheres e, como tal, traz-lhes uma nova dinâmica de vida, um maior bem-estar, certamente maior produtividade e diminui a fadiga“, frisou Rui Luís, que falava no encerramento da primeira turma do projeto ‘Exercitar’, uma iniciativa de vários profissionais de saúde, liderados por Marisa Lobão.

Trata-se de um programa de exercício físico destinado a doentes com cancro da mama, promovido com base no voluntariado, que abrange três turmas, cujas aulas são orientadas por professores de Educação Física e decorrem no Colégio do Castanheiro, em Ponta Delgada.

“Este é um projeto piloto que decorre durante seis meses. São três turmas de cinco mulheres cada uma, no total 15 mulheres, que são avaliadas psicologicamente no início e no fim do projeto para se analisarem os resultados”, afirmou o titular da pasta da Saúde.

Rui Luís, em função das conclusões deste projeto, que serão entregues no final do primeiro semestre, admite aplicar este programa de forma sustentada na Região, deixando um apelo à responsabilidade social das empresas para a sua concretização.

DL/Gacs

Categorias: Regional, Saude

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*