Governo dos Açores sensibiliza centenas de alunos da ilha de S. Miguel para a defesa e preservação da floresta

A Diretora Regional dos Recursos Florestais participou numa ação de sensibilização para a importância da defesa e preservação da floresta que envolveu mais de 600 alunos de escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico da ilha de S. Miguel.

Anabela Isidoro salientou que “quem está informado sobre a importância de um bem, tem uma maior noção da importância de o preservar e cuidar”.

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Árvore, que hoje se assinala, mais de seis centenas de alunos do 3.º e 4.º ano de escolaridade foram convidados a assinalar a data na Reserva Florestal de Recreio do Pinhal da Paz, no concelho de Ponta Delgada, onde participaram em várias atividades de caráter lúdico e pedagógico.

Os jogos didáticos sobre a temática da floresta foram orientados por técnicos e guardas florestais, tendo sido criado para o efeito um circuito rotativo, com várias estações.

A Diretora Regional destacou que os Açores têm “uma floresta cuidada, em rejuvenescimento”, frisando que, nas últimas duas décadas, “cerca de 10% da área florestal privada da Região foi alvo de intervenções, por via da beneficiação dos povoamentos existentes, com ações de reconversão, rearborização e arborização, refletindo a preocupação da Região em valorizar o material lenhoso, sem excluir os benefícios ambientais e os contributos favoráveis destes ecossistemas”.

Anabela Isidoro assegurou que o Governo Regional “tudo tem feito e continuará a fazer” para defender este património, contando para o efeito com “o apoio fundamental das novas gerações”.

Nas restantes ilhas dos Açores, o Dia Mundial da Árvore é assinalado pelos Serviços Florestais locais com iniciativas que envolvem, no total, cerca de 2.400 crianças em ações de sensibilização e atividades, com a plantação e oferta de mais de 5.600 árvores.

Na quinta-feira, 22 de março, a Diretora Regional dos Recursos Florestais participa na Praça Velha, em Angra do Heroísmo, em diversas atividades lúdicas e de sensibilização sobre esta temática, nomeadamente em duas conferências proferidas por técnicos do Serviço Florestal da Terceira, sendo uma sobre o valor económico da floresta dos Açores e outra sobre a ‘floresta dos sete ofícios’.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*