Governo dos Açores está a trabalhar para que a Região tenha uma boa proposta de seguros de colheitas

Os Açores vão alargar o âmbito da candidatura de cobertura dos seguros de colheitas ao granizo e aos incêndios para tornar o mercado regional mais apetecível às seguradoras.

Segundo o Diretor Regional do Desenvolvimento Rural, Fernando Sousa, que falava no final de uma reunião com a Direção do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), em Lisboa, inicialmente, a candidatura açoriana de seguros de colheitas previa apenas cobrir chuvas torrenciais e ventos fortes, o que não se revelou muito apelativo do ponto de vista das seguradoras com quem o Executivo teve reuniões de trabalho.

Apesar de não haver ainda uma data para a disponibilização aos agricultores açorianos dos seguros de colheitas, Fernando Sousa assegurou que o Executivo está a trabalhar para que estes seguros sejam uma realidade o mais cedo possível.

As alterações agora propostas motivaram alguns atrasos no processo, devido à necessidade de se proceder à recolha de dados oficiais referentes ao histórico regional no que diz respeito a estes dois riscos.

Fernando Sousa disse que, agora, o passo seguinte será submeter as alterações feitas à validação da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensão, de forma a que seja autorizada a apólice uniforme para a Região Autónoma dos Açores quanto aos seguros de colheitas.

Nesta reunião em Lisboa, o Diretor Regional do Desenvolvimento Rural reforçou também a necessidade de o arquipélago estar coberto pelo seguro vitícola, visto que essa situação está omissa na legislação nacional vigente.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*