Ponta Delgada está hoje a amanhã no centro da discussão europeia sobre a redução dos resíduos sólidos urbanos

Durante o dia de hoje e amanhã, dias 20 e 21 de março, em Ponta Delgada, discutem-se estratégias para a redução dos resíduos sólidos urbanos a nível europeu, numa reunião técnica que está a decorrer no Azoris Royal Garden, com 10 das 11 cidades-piloto que fazem parte do projeto Urban-Waste. Ausente está a cidade de Siracusa (Itália).

Ponta Delgada é uma das duas cidades-piloto portuguesas (Lisboa é a segunda), que integram o Urban-Waste, um projeto europeu que visa criar novas estratégias de combate à produção dos resíduos urbanos e que, nos Açores, é gerido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, em parceria com a Autarquia presidida por José Manuel Bolieiro e várias instituições públicas e privadas.

Na sessão de abertura, o Vereador do Ambiente, Pedro Furtado, falando em representação do Presidente da Câmara, além de dar as boas vindas aos participantes, manifestou “orgulho” por Ponta Delgada fazer parte de um projeto europeu que vai permitir a troca de experiências e o conhecimento de outras realidades sobre a redução da produção e resíduos.

Trata-se de uma questão de extrema importância para a Câmara Municipal, segundo Pedro Furtado: “integrando o projeto Urban-Waste, Ponta Delgada está no bom caminho, a nível europeu, para chegar mais longe no combate à produção dos resíduos sólidos”.

Pedro Furtado defendeu que “Ponta Delgada precisa de turismo, para revitalizar a sua economia, mas não a todo o custo, porque não podemos comprometer a nossa natureza delicada, nem as novas gerações”.

No primeiro dia dos trabalhos, Vânia Pimentel, Chefe da Divisão do Ambiente da Câmara de Ponta Delgada, fez uma apresentação sobre como a Autarquia gere os resíduos, realizando-se, depois, uma visita ao hotel Marina Atlântico, considerado como um exemplo ao nível das boas práticas ambientais e sustentáveis, e ao sistema de gestão de resíduos.

Amanhã, 21 de março, a partir das 09h00, terão lugar intervenções dos “stakeholders” e diversos parceiros, a troca de experiências com parceiros externos, uma visita à Quinta do Bom Despacho (desperdício zero e compostagem) e à Agraçor (utilização de biogás e vermicompostagem).

DL/CMPD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*