ESL: Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa [6]

Uma aventura com os alunos…

OClube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa, conta, de momento, com 99 membros (entre os quais 7 professores), e está a desenvolver, desde o passado mês de outubro, um projeto denominado “Geocaching e Educação”, com várias turmas do Secundário, em particular, mas não só, dos Cursos Profissionais de: Técnico de Turismo Ambiental e Rural Técnico Profissional de Gestão Ambiental.

Este Clube tem como entidades parceiras: a Câmara da Lagoa, o Expolab e o Clube de Fotografia desta escola.

A 15 de fevereiro um grupo de 51 alunos e professores participou numa “aventura” à caldeira da Lagoa do Fogo, tendo percorrido o trilho Lagoa do Fogo/Lagos/Água D´Alto. Durante esta vista de estudo foram encontradas 8 geocaches.

No dia 16 de fevereiro realizou-se uma visita de estudo ao Expolab, onde os 20 alunos participantes tiveram a oportunidade de encontrar a geocache lá existente, bem como em participar numa visita guiada à “seção” de tecnologia e robótica deste Centro de Ciência.

Conferência sobre Geocaching e Educação

Uma das atividades realizadas consistiu numa conferência, relativa ao tema do projeto, onde estiveram presentes mais de 220 alunos e vários convidados, realizada no dia 16 de fevereiro, no anfiteatro da escola, onde foram oradores, para além dos professores responsáveis por este projeto, o Delegado de Turismo de S. Miguel, Dr. Filipe Frias, em representação de S.Exa. o senhor Diretor Regional do Turismo, e o senhor vereador Dr. Nelson em representação da senhora Presidente da Câmara Municipal da Lagoa.

Durante esta sessão foram visualizados vários filmes e fotos, quer relativos às várias atividades desenvolvidas por este Clube, quer relativos ao Geocaching em geral, tendo sido, na altura, entregues algumas recordações (polo e logotipo 3D do clube) às entidades parceiras e convidados. Realizou-se, em simultâneo com esta conferência o evento oficial de Geocaching, “Geocaching na Escola” – GC7HAGP.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira
(Artigo publicado na edição impressa de março de 2018)

Categorias: Educação, ESL, Local

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*