Governo dos Açores reforça investimento em infraestruturas para continuar a modernizar o setor agrícola

 

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas salientou que o aumento do investimento em 2018 na melhoria das acessibilidades e do abastecimento de água e eletricidade às explorações agrícolas demonstra a vontade do Governo dos Açores em continuar a modernizar o setor.

João Ponte falava na conferência de imprensa promovida pela IROA para apresentação do plano de atividades e orçamento para 2018, que reserva cinco milhões de euros para investimentos em infraestruturas, nomeadamente caminhos agrícolas, abastecimento de água e eletrificações.

O Secretário Regional afirmou que uma exploração agrícola com acesso a água e eletricidade representa um “ganho muito significativo”, quer na possibilidade de conseguir melhor preço pago ao produtor de leite, quer em termos de ganho de tempo e poupança de combustível, dai a importância do Governo prosseguir este tipo de investimento ao nível infraestrutural.

Na conferência de imprensa, o Presidente da IROA, Ricardo Silva, referiu que este ano serão construídos, beneficiados ou reabilitados mais de 15 quilómetros de caminhos agrícolas em sete das nove ilhas dos Açores, adiantando que o arquipélago conta já com uma rede de 314 quilómetros de caminhos agrícolas.

Ao nível da eletrificação, adiantou que o investimento previsto vai contemplar 33 explorações agrícolas e, no que diz respeito abastecimento de água, estão previstas intervenções em oito das nove ilhas, de modo a aumentar a capacidade de armazenamento, abastecimento direto às explorações e melhoria do sistema de captação e adução.

Nesta conferência de imprensa, o Secretário Regional da Agricultura e Florestas informou que existe atualmente nos Açores uma capacidade de armazenamento de água de quase meio milhão de metros cúbicos, 190 postos de distribuição, uma extensão da rede de água de 523 quilómetros, 3.600 ramais e cerca de 400 explorações eletrificadas.

Relativamente às reformas antecipadas, para as quais a IROA orçamentou 420 mil euros este ano, João Ponte manifestou satisfação pelo facto da Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020 poder ter uma resposta diferente do que sucede atualmente.

Por seu lado, o presidente da IROA disse ainda que, no âmbito dos incentivos à aquisição de terras, anteriormente denominado Sistema de Apoio ao Crédito para Aquisição de Terra (SICATE) e agora Regime de Incentivo à Compra de Terras Agrícolas (RICTA), está cabimentada em 2018 uma verba superior a 516 mil euros.

Entre 2001 e 2017 foram aprovas 381candidaturas ao SICATE/RICTA, que representam 25 milhões de euros de investimento feito pelos agricultores no alargamento das suas propriedades e 1.894 hectares de área agrícola transacionada.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*