Governo dos Açores cria grupo técnico e apresenta plano de intervenção alargado e reforçado sobre mendicidade até final de fevereiro

A Secretaria Regional da Solidariedade Social promoveu uma reunião preparatória para promoção de uma intervenção articulada nas questões relacionadas com a prática de mendicidade nesta cidade, cujo plano de ação deverá ser apresentado até ao final deste mês.

Andreia Cardoso, em declarações no final da reunião, adiantou que, já na próxima semana, terá lugar uma segunda reunião de “um grupo técnico restrito, que definirá um plano de intervenção, que será apresentado a todas as entidades até ao final do mês de fevereiro”.

Na reunião promovida através do Instituto da Segurança Social dos Açores, estiveram representadas a Câmara Municipal de Ponta Delgada, o Comando Regional da PSP, a Cáritas da Ilha de São Miguel, a Pastoral Social de Ponta Delgada, a Associação Novo Dia e a ARRISCA.

Andreia Cardoso garantiu que as necessidades básicas dos indivíduos que recorrem à prática da mendicidade “estão já asseguradas pelas instituições que intervêm junto deles”, acrescentando que “o que se pretende é melhorar a intervenção e minimizar o número de indivíduos que recorrem à mendicidade como forma de obter rendimentos que vão para além das suas necessidades básicas”.

O Governo dos Açores pretende, no entanto, que “a intervenção seja mais alargada e reforçada”, acrescentou a Secretária Regional.

Embora já exista intervenção junto destes indivíduos, Andreia Cardoso esclareceu que “há um conjunto de circunstâncias que os levam a procurar o centro de Ponta Delgada, entre elas a predominância do turismo, no sentido de obter rendimentos extra” e, na medida em que “há todo um contexto que se altera”, acrescentou, “esta alteração de contexto implica, também, da nossa parte, um novo olhar sobre o problema”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*