Formação é essencial para qualificar as novas gerações para a gestão, conservação e valorização da floresta

A Diretora Regional dos Recursos Florestais considerou fundamental a aposta na formação e na qualificação das novas gerações ao nível florestal e ambiental nos Açores, de modo a prepará-las para a gestão, conservação e valorização de um “património vivo”.

Anabela Isidoro, que falava à margem de uma aula teórico-prática ministrada por técnicos da Direção Regional dos Recursos Florestais a alunos do Curso Profissional de Técnico de Recursos Florestais e Ambientais, salientou que a floresta nos Açores é gerida de “forma sustentável, com muito respeito pela biodiversidade, pelos recursos naturais do solo e da água”, frisando que se trata de um trabalho que “importa prosseguir com todo o empenho”, envolvendo os mais novos.

Para a Diretora Regional, os 14 formandos deste curso profissional de nível IV são a prova de que a floresta e o ambiente são uma área apetecível e que pode proporcionar um futuro profissional estimulante.

Na aula, sobre ‘Dendrometria Florestal’, os alunos tiveram a oportunidade de contactar de perto com os instrumentos de medição florestal utilizados habitualmente no terreno pelos colaboradores da Direção Regional dos Recursos Florestais, que permitem fazer uma avaliação do volume de madeira existente numa determinada área.

Para além destes instrumentos tradicionais, tiveram também contacto com técnicas mais modernas para recolha de imagens das áreas florestais, como o caso dos drones.

Este curso profissional conta com a colaboração da Direção Regional dos Recursos Florestais, através da transmissão de conhecimentos teóricos e práticos nesta área.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*